terça-feira, março 20, 2007

Estudos Clássicos - Candidaturas para maiores de 23 anos

Já está em linha a página de divulgação das candidaturas para maiores de 23 anos ao curso de Estudos Clássicos, na Universidade de Lisboa.

http://estudosclassicos.googlepages.com/maiores23

segunda-feira, março 05, 2007

Curso "El impacto egipcio en Roma"



Decorre em Mérida, entre 23 e 24 de Março, o curso "El impacto egipcio en Roma":

La conquista de Egipto por parte de Roma producida en el año 30 a C., causó un considerable impacto en la sociedad romana. Aunque ya lo había hecho con anterioridad, Roma dirigió su mirada sobre las maravillas del antiguo Egipto y se produjo así lo que se ha dado en llamar la egiptomanía, que se hizo presente en diversas manifestaciones de la Roma Imperial.

El curso se ha organizado para presentar algunos de los más importantes aspectos de este fenómeno.

domingo, março 04, 2007

Júlio César no São Luiz

A Cornucópia, em parceria com o Teatro Municipal de São Luiz (TMSL), apresenta entre 21 de Março e 22 de Abril a Tragédia de Júlio César, de Shakespeare, encenada por Luís Miguel Cintra. Associada à representação, o TMSL organiza ainda dois eventos bastante prometedores: uma conversa entre os professores José Pedro Serra e Maria Helena Serôdio (FLUL) subordinada ao tema Júlio César, mito e história (17 de Março, 18:30, Jardim de Inverno); uma visita temática ao Museu Nacional de Arqueologia, com o tema O culto imperial em Roma (24 e 31 de Março, 14 e 28 de Abril).

Programa aqui.

Informações também presentes no Livro de Estilo.

Magnum Miraculum est Homo

Acontece no dia 31 de Maio de 2007, na FLUL, a jornada Magnum Miraculum est Homo. José Vitorino de Pina Martins e o Humanismo. O programa pode ser visto aqui. O Departamento de Estudos Clássicos está representado por Ana Tarrío, que

sábado, março 03, 2007

José Pedro Serra, "Pensar o Trágico"

Saiu recentemente mais uma publicação na área dos Estudos Clássicos, desta vez sobre tragédia. O autor é José Pedro Serra, que tem feito a sua investigação precisamente nesta área. Não podendo fazer ainda uma recensão, pois não tive tempo ainda de o ler, deixo aqui as primeiras linhas da introdução.

"Perguntar o que é a tragédia significa aceitar a tradição, querer ver o que os outros viram e integrar isso numa mais ampla e não ingénua visão; perguntar o que é a tragédia significa, pois, aceitar a história, interpelando-a. De acordo com o que em cada visão se vê, o homem, em cada época, se faz gesto e pensamento; esse contínuo e renovado erguer-se, a si e ao mundo, é obra de cultura e a cultura é obra humana, rasto humano na poeira pelo tempo levantada. Perguntar o que é a tragédia é, então, cultura sobre cultura debruçando-se, revisitação, demanda prolongada do rosto do homem e da realidade que habita. A demanda move-se pelo desejo, e o desejo de ver, de conhecer, é a afortunada maldição da nossa condição de seres mortais".

José Pedro Serra, Pensar o Trágico. Categorias da Tragédia Grega. Fundação Calouste Gulbenkian, 2006. ISBN: 972-31-1166-7

sexta-feira, março 02, 2007

Novo romance de Steven Saylor: "Roma"

Chegou-me hoje pelo correio, ainda quentinho, o novo romance de Steven Saylor, "Roma". Steven Saylor tem-nos habituado a romances de mistério situados na Roma do fim da República - a série Roma sub Rosa, protagonizada por Gordiano e sua família e amigos. Hei-de escrever um texto mais desenvolvido sobre a série Roma sub Rosa, por enquanto deixo algumas poucas notas.

Steven Saylor consegue a difícil façanha de escrever sobre Roma, com um rigor científico irrepreensível, sem que pareça, em momento nenhum, que está a dar uma aula de história ou cultura.

Gordiano o Descobridor (não sei como está a tradução portuguesa de "Gordianus the Finder", li a obra sempre no original), o protagonista e narrador, tem uma imperfeição rara de encontrar em detectives e investigadores policiais de ficção, o que o torna talvez a mais verosímil e autêntica personagem do género que já li.

Por estas e muitas outras razões, a série Roma sub Rosa é imprescindível para quem gosta de romances de mistério e/ou policiais - e mesmo para quem não gosta, como é o meu caso. Segundo o próprio Steven Saylor me disse, confirmando a informação presente na sua página, a série não terminou, e em 2008 Gordiano regressará com mais aventuras. Entretanto, para todos os admiradores do escritor fica este novo romance, que segue um caminho bastante diferente. Enquanto não o leio, aqui deixo a resenha presente na sua página.


"Spanning a thousand years, and following the shifting fortunes of two families though the ages, this is the epic saga of Rome, the city and its people.

Drawing on history, legend, and new archaeological discoveries, Roma gives new life to the drama of the city’s first thousand years — from the founding of the city by the ill-fated twins Romulus and Remus, through Rome’s astonishing ascent to become the capitol of the most powerful empire in history. Roma recounts the tragedy of the hero-traitor Coriolanus, the capture of the city by the Gauls, the invasion of Hannibal, the political struggles of patricians and plebeians, and the death of Rome’s republic with the triumph, and assassination, of Julius Caesar.

Witnessing this history, and sometimes playing key roles, are the descendents of two of Rome’s first families, the Potitius and Pinarius clans. One is the confidant of Romulus. One is born a slave and tempts a Vestal virgin to break her vows. One becomes a mass murderer. And one becomes the heir of Julius Caesar. Linking the generations is a mysterious talisman as ancient as the city itself."